Fiquei bastante tempo fotografando somente com câmeras analógicas, sem carregar qualquer equipamento digital que não fosse meu celular barato.

Todos hão de compreender que há momentos em que a praticidade fala mais alto, em especial para situações do dia-a-dia em que a fotografia serve a fins burocráticos como enviar um documento ou mostrar algo urgente para alguém que está distante.

No entanto, se fizermos nossos instantâneos digitais cotidianos considerando algumas informações a mais sobre as câmeras de nossos smartphones, teremos fotos bem mais úteis e informativas, além de deixar nosso Instagram mais bonito.

As fotografias abaixo foram feitas com um Motorola antigo, tendo como assunto uma maquete de tema ferroviário. Vamos às dicas:

EVITE O FLASH

Se você já fotografa com câmeras, já percebeu que o flash frontal, que ilumina o assunto diretamente, não costuma produzir uma iluminação bonita, deixando os objetos praticamente bidimensionais. A iluminação vinda de cima e também a lateral são muito mais naturais e valorizam volumes, tornando nossa cena muito mais interessante.

Dessa forma, para evitar o uso de flash você pode dar preferência a ambientes abertos de dia e, quando isso for impossível, observar a iluminação do ambiente: pode valer a pena localizar seus motivos em partes mais iluminadas do recinto, em que há presença de lustres a abajures ou mesmo levar consigo alguma fonte de luz, como uma lanterna de led ou mesmo fontes profissionais para fotografia como luzes contínuas. Estas deverão estar localizadas em um ângulo médio entre as posições frontal e lateral.

TOME CUIDADOS ADICIONAIS NO ESCURO

Se você optar por não utilizar flash, segure o celular com muita firmeza e considere apoiá-lo sobre alguma superfície. Câmeras automáticas como as dos smartphones compensam a falta de iluminação deixando o obturador aberto por mais tempo – isto é, mantendo o sensor exposto por tempo suficiente para o tremor das mãos acabar borrando a imagem. Por isso, a estabilidade é fator-chave e fará toda a diferença. Como no caso de câmeras fotográficas propriamente ditas, convém utilizar um tripé.

NÃO TENHA MEDO DE CHEGAR PERTO

Percebi nessas brincadeiras que as câmeras de celulares têm uma distância mínima de foco muito pequena. Em outras palavras, ao contrário do que ocorre com muitas lentes profissionais, você pode tirar fotos de objetos bem de perto, fazendo algo próximo ao que se chama de fotografia Macro, a uma distância de poucos centímetros do assunto. Além disso, focar num objeto próximo reduz a profundidade de campo, permitindo desfoque dos planos mais ao fundo na imagem, o que causa um efeito bonito e raro de se obter com um celular, em que não se controla a abertura do diafragma.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s